DOI: http://dx.doi.org/10.25188/FLT-GaleriaTeologica(eISSN2595-1971)v1.n2.2017.p65-97

RESUMO

Esta pesquisa trata acerca da dignidade do nascituro e, também, pergunta-se quem pode determinar esta dignidade. Desta forma, também se faz necessário tratar a respeito da dignidade da mulher, pois, normalmente, o aborto é apresentado como solução para uma gravidez indesejada, porém, em muitos casos, a mulher que comete o aborto não fica sabendo das consequências geradas pela síndrome pós-aborto. Dentre essas consequências se destacam: a culpa, o luto e a depressão. Diante desse cenário alguns questionamentos surgem a respeito de como lidar pastoralmente com esta problemática: como pastores/pastoras e líderes cristãos podem auxiliar essas mulheres no pós-aborto? Neste sentido, pretende-se orientar pastores/pastoras, líderes cristãos na poimênica para essas mulheres tendo em vista a cura, o perdão de Deus e a convalescença da dor.


PALAVRAS-CHAVE

Aborto. Dignidade Humana. Síndrome Pós-Aborto. Aborto. Culpa. Luto. Depressão. Poimênica. Aconselhamento.

ALINE BRUCH JOCHEM


Natural de Rancho Queimado – SC, 26 anos. Formada em Teologia pela Faculdade Luterana de Teologia – FLT. Casada com o Leandro Jochem. aline.bruch@flt.edu.br