DOI: http://dx.doi.org/10.25188/FLT-GT(ISSN2595-1971)v1.n1.2017.p239-258

RESUMO

Este ensaio monográfico, feito na área da Teologia Prática, traz uma reflexão sobre os conflitos que os cuidadores (pastores ou líderes) enfrentam no ministério. Aborda-se a importância do cuidar de si para então cuidar do outro. Tendo em vista que o ministério traz grandes desafios, a sociedade atual torna-se cada vez mais individualista, na medida em que ninguém pode demonstrar sua fraqueza, ainda mais se estiver em uma posição de destaque como um pastor ou líder, os cuidadores vivem seus conflitos sozinhos. No entanto, cabe aos cuidadores se preparem para enfrentar tais desafios. Dessa forma, faz-se necessário refletir sobre o tema e falar de um cuidado integral do ser humano, corpo, alma e espírito, tendo em vista que nenhum desses deve ser ignorado.


PALAVRAS-CHAVE

Cuidado. Alma. Corpo. Espírito. Cuidador.

SARA PABST


Sara Pabst Martins, graduada em Teologia pela Faculdade Luterana de Teologia – FLT, natural de Joinville e casada com Douglas André Martins.E-mail: sara.pabst@flt.edu.br.